Carregando...

Clínica GastroImagem - Endoscopia Digestiva em Salvador

Artigos

07/12/2018

Dicas Alimentares

1-ALIMENTOS VEGETAIS FONTES DE CÁLCIO

O cálcio é um mineral fundamental para o bom funcionamento do organismo. Ele desempenha várias funções importantes como formação e fortalecimento da massa óssea, fortalecimento de unhas e dentes, coagulação sanguínea, contração muscular, etc.

Existem fatores que interferem na absorção de cálcio como: consumir fontes de cálcio com alimentos que contenham cafeína, ferro (presente principalmente em carnes), e fitatos e oxalatos (presentes em vegetais como o feijão e o espinafre), dietas com teores excessivos de proteína (pois aumenta a excreção urinária de cálcio).

Fatores que auxiliam a absorção de cálcio são:

  • Níveis adequados de Vitamina D, pois estimula o intestino a absorver o cálcio ingerido e aumenta a fixação de cálcio nos ossos, no entanto poucos alimentos são ricos em Vitamina D, que é produzida principalmente quando a pele é exposta ao sol sem uso de protetor solar. 

  • Além da alimentação, a atividade física, especialmente aquelas que envolvem impacto, como corridas ou caminhadas, também aumentam a eficácia da absorção do cálcio e estimulam o seu acúmulo na massa óssea.

As fontes de cálcio vão além de leite e derivados, existem alimentos vegetais que também são tem um bom teor deste mineral e podem auxiliar no seu aporte adequado quando dietas com restrição de leite e derivados são necessárias como nos quadros de alergia alimentar a proteína do leite de vaca, intolerâncias ou quando se faz a opção por deitas vegetarianas ou veganas

São eles: couve manteiga, brócolis, tofu, espinafre, acelga, linhaça, gergelin, grão de bico, aveia, chia, sardinha.

Dica: procure consumir os vegetais crus, mas se necessário cozinhar prefira fazê-lo no vapor, pois o cozimento na água leva a perda do cálcio na água. Por exemplo o brócolis, que se cozido na água perde em média 70% do teor de cálcio e no vapor apenas 25%.

 

2-LEGUMINOSAS

As Leguminosas são ricas em carboidratos de baixo índice glicêmico, proteínas de alto valor biológico, vitaminas do Complexo B, minerais como ferro (lentilha), cálcio (grão de bico), dentre outros.

São ricas também em fibras prebióticas – GOS e ROS, que são amido resistente.

Algumas pessoas queixam-se de gases ao consumir leguminosas, principalmente o feijão. O que fazer?

Deixar o feijão de molho por 12h, trocando a água por algumas vezes. Despreze a água e utilize nova água para cozinhar.

Utilizar especiarias carminativas: erva doce, gengibre e cominho, pois são substâncias, que evitam a formação de gases.

Se mesmo assim os sintomas persistirem, pode ser necessária a suplementação de enzima digestiva.

     

3-CONGELAMENTO DE ALIMENTOS

O congelamento é um processo de armazenamento no qual a integridade do alimento é mantida. O congelamento quando feito de maneira correta mantém as seguintes características dos alimentos: nutrientes, sabor, textura, aroma e cor. 

Dicas para o congelamento:

Utilize alimentos frescos e de boa qualidade; os vegetais devem estar limpos e descascados; utilize a técnica de branqueamento que consiste em escaldar os vegetais em água fervente ou no vapor, nunca deixe que cozinhem totalmente e, logo que retirá-los, mergulhe-os em água com gelo submetendo-os a um choque térmico. Com esse procedimento, os vegetais manterão cor, sabor e textura, além dos nutrientes. Em seguida seque-os bem e coloque-os em embalagens adequadas e em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição. As embalagens ideais são potes ou vasilhas de vidro, ou pode-se embalar os alimentos em papel manteiga e depois acondicionar em recipientes plásticos. Deve-se embalar sempre em porções de uso e nunca descongelar e recongelar. Etiquetar e datar tudo para acompanhar a validade. Não sobrecarregue o freezer, deixe espaço entre os recipientes para que o congelamento se processe mais rapidamente.

Como descongelar corretamente:

Retire o alimento do freezer com 24h de antecedência e coloque-o na geladeira; Pratos prontos podem ser descongelados diretamente no forno ou microondas; Molhos podem ser descongelados diretamente em fogo baixo.

Alimentos que não são apropriados para o congelamento: vegetais crus, gelatina, ovo ou cremes que contenham ovos e leite, preparações à base de amida de milho; queijos cremosos; vegetais que serão consumidos crus, pois alguns deles perdem a textura quando descongelados; folhas para salada; frutas com alto teor de água (melancia, melão, mamão); frutas que sofrem escurecimento como banana, pêra, maçã.

Uma pergunta recorrente: Os alimentos congelados perdem nutrientes? Sim,  o alimento fresco tem maior valor nutritivo do que o congelado, mas a perda não é tão significativa a ponto do congelamento não ser indicado. 

       

   

4-POSSO COMER FRUTAS? E FRUTOSE?

Sim, pode e deve consumir frutas. Fruta não contém só frutose!!!!

Estudos realizados mostraram que a Frutose gera estresse oxidativo, produz dez vezes mais AGES que a glicose, e contribui para o acumulo de gordura no fígado???? Porém as doses utilizadas nestes estudos são em média 1,5 a 3 vezes a dose usual em humanos e 5 vezes a dose usual em animais, e geralmente os estudos utilizam a frutose isolada.

A fruta não contém apenas frutose, contém fibras, polifenóis, vitaminas e minerais favoráveis ao emagrecimento.

 

     Ana Kelly Amaral

Nutrição Clínica e Terapia Nutricional 

 

 


 

 

 

 

Tags